7º. dia quinta (03/02/2011)

Olá amigos!. Saímos as 10:30 com destino a Bariloche (530 KM). O tempo estava bom, com temperatura amena. Os Primeiros 130 KM até Neuquén eram só plantações de maca, pêra, uva e outras frutas que não identificamos. Nos 400 KM restantes, estávamos numa das estradas mais belas que já vimos até o momento (entre morros e lagoas),  mais também a mais perigosa que circulamos, pois os ventos fortes sacudia as motos de um lado para o outro, era difícil controlar as máquinas e fomos obrigados a pilotar numa velocidade máxima de 60 KM/H em um longo trecho. Era impressionante a força dos ventos; a dificuldade aumentava a cada km rodado. A moto chegava até a ficar de lado como se tivesse entrando numa curva. Tivemos muito medo e a cada parada para abastecer descobríamos que o medo era geral. O frentista do posto dizia “O vento ta maltratando vocês !”. Ele percebia o cansaço de todos. Foi com sacrifício mais valeu a pena cada km rodado pois a beleza era magnífica.

Chegamos a Bariloche por volta das 19:00  com uma temperatura de 6 graus. (Que frio). No Hotel tinha um pessoal de moto que tinha vindo do Paraná e comentou sobre os fortes ventos.  No hotel, ficamos cantando … (valeu a pena…., valeu a pena .. He He …)T+

Esta entrada foi publicada em Últimas Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *